sábado, 22 de março de 2014

Recall da família 500 no Brasil está sob avaliação, afirma Honda

Os três modelos – CB 500X, CBR 500R e CB 500F – já foram alvos de recall nos Estados Unidos e na Austrália 

Em 7 de março, a National Highway Traffic Safety Administration, órgão responsável pela segurança viária nos Estados Unidos, anunciou uma campanha de recall de 6.954 unidades da família Honda CB 500 (nas versões F, R e X com e sem ABS) modelo 2013 comercializadas naquele país. O motivo é um possível problema no parafuso de fixação do eixo balancim que pode se soltar e causar vazamento de óleo. Caso o vazamento não seja reparado poderá levar a quebra do motor e um possível acidente.

O recall nos Estados Unidos foi consequência de uma campanha feita pela Comissão Australiana de Consumo em 14 de fevereiro passado pelo mesmo motivo. Esse motor bicilíndrico com balancins roletados também já foi motivo de recall no Japão, onde a linha 500cc é, na verdade, a família CB 400, que usa o mesmo propulsor, porém com menor capacidade.
O problema nos parafusos de fixação do eixo balancim, que aciona as válvulas, pode causar vazamento de óleo e problemas no motor 

Consultada pela Agência INFOMOTO sobre o recall da família CB 500 no exterior, a Moto Honda da Amazônia enviou-nos uma nota oficial por meio de sua assessoria de imprensa: “sobre o recall da família CB 500, anunciado pela American Honda, a Moto Honda da Amazônia está avaliando a situação das unidades comercializadas no Brasil e se pronunciará tão logo os levantamentos sejam finalizados”. Portanto, não está ainda descartado o recall da Honda CB 500F e CBR 500R, já à venda no País desde o ano passado. Embora sejam nacionalizados e montados na fábrica da marca japonesa em Manaus (AM), muitos componentes da família 500 têm a mesma origem em todo mundo: a Thai Honda Manufacturing Co., Ltd, subsidiária da empresa na Tailândia.