sábado, 2 de junho de 2012

Terremoto paralisa fábrica da Ducati



A fábrica de Borgo Panigale, no norte da Itália, foi afetada pela terremoto desta manhã



Depois de enfrentar um terremoto de 6,0 graus na escala Richter na semana passada, o norte da Itália voltou a tremer na manhã de hoje, dessa vez com um sismo de 5,8. Mesmo sendo um pouco mais leve, o terremoto de hoje parou a fábrica da Ducati em Borgo Panigale por volta das 9h no horário local. De acordo com um comunicado publicado pela marca em suas páginas oficiais no Facebook e no Twitter, ninguém ficou ferido nas instalações, mas técnicos especializados já se encontram na fábrica para avaliar os estragos sofridos pela infra-estrutura da planta da Ducati. O empresário brasileiro Carlos Henrique Ludman, representante da Bimota (marca que usa motores Ducati) no Brasil, vive na região de Bolonha e deu seu testemunho para a INFOMOTO por meio do Facebook. “Tensão total. A Ducati fechou a fábrica porque deu uma pequena confusão no estoque. Nada grave mas resolveram fechar, pois havia previsão de mais tremores. Já me mandei para Milão e estou fora do caos que ficou Bolonha”, escreveu. A Ducati havia confirmado que a fábrica não tinha sido afetada pelo primeiro sismo, apenas tiveram problemas com os seus fornecedores. No entanto, o segundo tremor desta manhã parou temporariamente a fábrica de Borgo Panigale, e deve causar prejuízo à marca, atrasando a produção dos modelos Ducati, especialmente a 1199 Panigale que começa agora a chegar aos concessionários da marca na Europa.