sábado, 14 de abril de 2012

Restauração de Motocicletas

Restaurar motos antigas pode ser um hobby dos mais gratificantes. Entretanto, quem está pensando em dedicar-se a essa atividade, deve ter em mente que vai precisar ter muita paciência e pesquisar muito.
Antes: ferrugem, peças quebradas, amassadas ou faltando, uma coisa que alguém menos atento mandaria para o ferro velho sem pensar duas vezes.






Depois: uma belíssima moto antiga, brilhando como nova.

História:
Antes de começar a restaurar, é preciso reunir o máximo de informações possível sobre a máquina: país de origem, marca, ano de fabricação… No caso de motos muito antigas é comum não haver documentação e não se saber sequer o nome do fabricante. Neste caso, examine a moto cuidadosamente: em algum canto, em alguma peça, deve estar gravado o nome.
Outra forma de conseguir informações é tirar fotos coloridas da moto e enviar para colecionadores e revistas especializadas. Ainda não temos notícias de sites na Internet sobre restauração de motos. Uma vez identificada a moto, pode-se iniciar a busca por peças e componentes para trabalhar. Se a sua moto é européia, vale lembrar que muitas fábricas, concessionárias e lojas de peças desapareceram por causa da Segunda Guerra Mundial, o que pode dificultar um pouco as coisas. Mecânicos, concessionárias, colecionadores e fabricantes (quando ainda existem) são boas fontes de informações. Depois de ter conseguido as peças de que precisava, você deve decidir se quer por a mão na massa pessoalmente ou se vai recorrer a um especialista. Lembre-se de que para ter bons resultados, é preciso ter bom conhecimento técnico, ferramentas adequadas e muito tempo disponível. A pressa é a inimiga da perfeição.
Caso decida fazer tudo por conta própria, eis algumas dicas:- engrenagens, coxins e pistões podem ser adaptados por um custo razoável. Já um cilindro, uma bomba de óleo ou carburador são difíceis de substituir. Se algum desses elementos estiver quebrado ou faltando e você não conseguir encontrar peças originais, pode tentar colocar um anúncio em publicação especializada. - a pintura requer cuidados redobrados. Antes de as motos começarem a ser produzidas em série, muitas delas tinham os tanques e rodas pintados à mão por excelentes artesãos. - quanto aos cromados, antes de mais nada, veja se são cromados mesmo. Até os anos 20 quase tudo era niquelado, não cromado.