terça-feira, 6 de dezembro de 2011

CBR 1000RR Fireblade é eleita melhor moto esportiva pela Abiauto


Modelo conquista prêmio em eleição realizada por jornalistas especializados da imprensa automotiva
A CBR 1000RR Fireblade conquistou o 13º Prêmio Imprensa Automotiva, como “Melhor Moto Esportiva”, concedido pela Abiauto (Associação Brasileira da Imprensa Automotiva). A categoria registrou um empate técnico entre Moto Honda da Amazônia e outra montadora japonesa.
A eleição dos vencedores incluiu uma avaliação de todos os finalistas na pista do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba (SP). Os modelos escolhidos em cada categoria foram, então, testados por jornalistas especializados em automóveis e motocicletas de todo o Brasil filiados à Abiauto.
O resultado anunciado no dia 29 de novembro, em evento na capital paulista, reuniu os jurados e representantes das montadoras, e refletiu a credibilidade e a inovação dos produtos Honda.
Referência entre as motocicletas superesportivas
A CBR 1000RR Fireblade conquistou os consumidores brasileiros graças ao seu estilo marcante baseado no conceito “Ultra Light String Form”, uma combinação de linhas fortes, com formas mais compactas e redução de peso nas extremidades. Sua estrutura foi projetada para oferecer alta performance e estabilidade. O modelo é inspirado na Honda RC 212V, motocicleta que participa do campeonato mundial de MotoGP.
Toda a sua potência está no motor de 999,8 cm3, com quatro cilindros em linha DOHC (Double Over Head Camshaft), que gera potência máxima de 178,1 cv a 12.000 rpm e torque de 11,4 kgf.m a 8.500 rpm. Destaque também o amortecedor HESD (Honda Electronic Steering Damper), que utiliza atuador hidráulico com assistência eletrônica (módulo e sensor de velocidade), para anular eventuais oscilações do guidão percebidas nas rápidas acelerações, oferecendo fácil maneabilidade em baixa velocidade e firmeza em velocidades maiores.
Além disso, o modelo conta com uma versão com freios C-ABS, tecnologia que evita a perda de estabilidade e o levantamento da roda traseira em frenagens mais fortes.