terça-feira, 8 de novembro de 2011

Bauleto: Vale a pena ou não?


Há um tempo se pensar em instalar um bauleto na moto, era para quando se planejava uma longa viagem ou então que se trabalhava com moto-frete. Porém com o passar do tempo, isso foi mudando e com a queda no seu preço e uma melhora no visual, tornando os mais bonitos, os bauletos se popularizaram. Hoje em dia é possível encontrá-los em qualquer modelo.

O bauleto facilita muito a vida dos motoqueiros, a depender do tamanho pode suportar capacete, mochila ou qualquer outro objeto que você carregue. Dessa forma pode se esquecer o elástico ou então carregar o capacete no braço.

Porém uma fica a dúvida como escolher o bauleto certo? Com tantas marcas e modelos é normal ficar confuso, é necessário saber as especificações para que não se sobrecarregue ou então cometa algum erro que comprometa o bauleto.

Bauletos são baús menores normalmente usados em viagens e no dia a dia. O top case é normalmente o mais reforçado e muitas vezes feito em alumínio. Por último os alforjes são bolsas de tecido que ficam presas nas laterais da moto. Há ainda as malas laterais rígidas.

Algumas motocicletas já vêm de fábrica com este item como, por exemplo, a Honda XRE 300, Suzuki DL1000 V-Strom e BMW G 650 GS. Mas caso você o compre separadamente é melhor escolher um apropriado para sua moto. Preste atenção na qualidade do material e também nos pontos de fixação. Procure escolher bagageiros que não alterem a originalidade da sua moto e não necessitem de furos adicionais.

O bagageiro, assim como o bauleto, tem uma capacidade máxima de carga. É importante respeitar esse limite para não comprometer a estrutura do conjunto. Após a instalação do bagageiro, vem a escolha do bauleto.

Segundo o vendedor Samir de Souza, da loja paulistana Moto Atacama,a marca do produto faz a diferença “As marcas mais conceituadas do mercado são Givi e a Shad, que dão garantia para seus produtos, o que é fundamental.”

Existem modelos que não podem ser retirados da moto, comprometendo a praticidade. É importante verificar também a fixação, a facilidade de abertura da tampa superior e a segurança da trava. Em alguns modelos com apenas uma chave é possível abrir o baú e retirá-lo do suporte. É sempre bom reparar se na hora de fechar não há nenhuma folga que possa entrar água. Um bom bauleto é totalmente impermeável.

Depois de escolher a marca outra dúvida que surge, de acordo com o vendedor, é sobre o tamanho ideal. Existem modelos de 26 litros até 52 litros de capacidade. É possível dividir os bauletos em dois grupos: os que levam um capacete fechado e outros que transportam dois capacetes fechados. A melhor coisa a fazer é t estar antes da compra. Leve seu capacete ou sua mochila para testar se cabe tudo o que você precisa levar no bauleto. Se você leva garupa opte por um baú em que caibam dois capacetes. Uma boa dica é adquirir também um apoio de espuma para a garupa. Como o próprio nome diz, serve apenas para um leve apoio.