segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Motociclista Consciente.


I - Dicas Importantes
A palavra cuidar quer dizer tomar conta de alguém ou de alguma coisa, prestart atenção, previnir-se.
No trânsito, quem cuida preserva e respeita a vida!
1. Cuidar da sua motocicleta
O ideal é fazer uma inspeção diária na motocicleta, logo pela manhã: verificar se há folga na embreagem ou nos freios dianteiro e traseiro, o nível de combustível, de oleo do freio e do motor, da água e da bateria. Também é importante prestar atenção à folga e à lubrificação da corrente de transmissão, a pressão e o estado dos pneus, o funcionamento da lanterna, da luz de freio, dos piscas, do farol e da buzina.

Se esta inspeção diária não for possível, a dica é faze-la toda vez que parar em um posto para abastecer.
Cuidar de si mesmo
Pilotar uma motocicleta – especialmente por um tempo mais prolongado – pode causar alguns sintomas desagradáveis como dores nas costas e nos joelhos, por exemplo. Para não sentir o corpo doído e pesado, mantenha a postura e prestar atenção a cada parte do corpo:

Costas: posição reta, nunca arqueada;
Cabeça: precisa ser mantida alta e os ombros relaxados;
Mãos: devem pegar as manoplas bem no centro e os punhos devem ficar mais baixo do que as mãos;
Joelhos: devem ficar encostados no tanque de combustível ou um joelho no outro, nas motonetas;
Pés: devem ficar paralelos ao solo, com o salto do sapato encaixado nas pedaleiras e a ponta do pé direito sobre o pedal do freio traseiro.

Você também deve ficar ligado aos equipamentos de segurança. Em primeiro lugar: capacete na cabeça conforme determina o CTB. Todas as estatísticas do mundo comprovam que o capacete é o equipamento que mais evita problemas graves nos acidentes com motocicletas.

Luvas, botas ou calçado fechado e forte, calça com tecido resistrnte, jaqueta em cores claras e vivas. Tudo para ficar muito mais seguro.
Cuidar das outras pessoas
Nos espaço público você nunca está sozinho! Por isso, veja os outros e faça o possível para ser visto.

Para ver e ser visto é preciso:
• Manter o farol da motocicleta sempre aceso: de dia e à noite, na cidade ou na estrada;
• Manter uma posição visível no espelho retrovisor do veículo que está na frente da motocicleta;
• Manter distância dos veículos à frente e ao lado da motocicleta.

Tome muito cuidado também com os pedestres. Um pedestre é uma pessoa; uma pessoa sem qualquer proteção. Por isso, qualquer batida de uma motocicleta pode ser fatal para o pedestre.
Outro cuidado fundamental é com o passageiro da motocicleta. E lembre-se sempre que seu passageiro deve estar tão seguro quanto você. Portanto: capacete e roupas apropriadas para ele também. No trânsito, o respeito às outras pessoas é fundamental.
Cuidar da velocidade
Parar a 40 km/h é uma coisa; parar a 80 ou a 100km/h é bem diferente. Velocidade é um aspecto fundamental para sua segurança. Se, por exemplo, você precisar de 15 metros para parar a 40 km/h, não representa que vai conseguir parar em 30 metros a 80 km/h. Será necessário quatro vezes a distância para o dobro da velocidade. Portanto, a 80 km/h precisará de 60 metros. É um princípio da física.

Portanto, mesmo que você esteja sozinho em uma via, rodovia ou estrada deve controlar a velocidade, pois nunca se sabe o que encontrar logo a diante. E quanto maior a velocidade, maior a gravidade de um acidente.