sábado, 8 de outubro de 2011

A LENDA DO MOTOQUEIRO FANTASMA


A LENDA DO MOTOQUEIRO FANTASMA

A história começa com um viúvo chamado Barton Blaze, que trabalhava e morava em um show motociclistico itinerante comandado e estrelado por Craig “Crash” Simpson.

Um dia, durante uma apresentação Barton tragicamente faleceu, deixando órfão seu filho Jonathan “Johnny” Blaze. Compadecido com a situação do garoto, Crash adotou-o, e assim o menino cresceu ao lado da filha do motociclista, a bela Roxanne Simpson.

Com o passar dos anos Blaze se apaixonou por Roxanne, e seus sentimentos foram correspondidos, e para completar o quadro geral o rapazinho mostrou-se extremamente talentoso no uso de motocicletas.

Porém um acidente de moto causado por Blaze feriu gravemente Mona Simpson, sua mãe adotiva e esposa de Crash Simpson. No leito de morte, Mona pediu a Johnny que ele nunca se apresentasse com motos, já que ela temia que o jovem sofresse algum acidente fatal.

Blaze seguiu a risca essa promessa e se contentou em trabalhar nos bastidores das apresentações de seu pai adotivo, mas um outro tipo de tragédia acometeu aquela família: após fechar contrato para se apresentar em Nova York e tentar bater o recorde mundial de salto de motocicleta sobre uma fileira de carros, Crash descobriu ser portador de câncer em estado terminal, e descobriu também que teria apenas mais algumas semanas de vida.

Inconformado com a situação, Blaze resolveu apelar, e apelar para um sujeito que sem dúvida alguma tinha muitos recursos. Bem, como o nosso amigo desde a juventude sempre foi fascinado por Ocultismo e estudou dezenas de livros místicos, podemos imaginar a quem ele pediu ajuda. Sim, ele pediu ajuda ao Tinhoso, também conhecido como Coisa-Ruim, porém geralmente chamado por nós de... Satã! E através de um ritual mágico Blaze convocou-o, e lhe propôs a sua alma imortal em troca da cura do câncer de Crash. Satã aceitou a barganha, deixando bem claro que um dia voltaria para cobrar a sua parte.

Logo após o término do ritual Crash ficou curado, e cheio de si preparou-se para três semanas mais tarde tentar bater o recorde mundial de salto de moto. Só que aconteceu algo que Blaze não esperava: durante a apresentação tudo deu errado e Crash morreu. E não demorou muito para Satã dar as caras e exigir o seu pagamento, que era uma “coisinha” de nada: dali para frente Blaze passaria os períodos diurnos no Inferno e durante a noite caminharia sobre a Terra como emissário pessoal do Cabrunco.

Porém Satã não contava com a chegada repentina de Roxanne, que com algumas recitações místicas (que ela secretamente aprendeu nos livros do seu namorado) e a pureza de seu amor protegeu espiritualmente Blaze, expulsando o Capeta e impedindo-o de levar seu amado para as regiões abissais. Mas vocês pensam que tudo terminou bem? É claro que não! Assim que a noite veio, Blaze foi tomado por uma estranha febre, e repentinamente todo seu corpo se incendiou, e sua face se converteu em um crânio flamejante. Passado o choque da transformação, o nosso herói sentiu uma estranha compulsão que o impelia a pegar sua moto e sair dirigindo por ai. E também sentiu um irresistível desejo de punir todo e qualquer criminoso que cruzasse o seu caminho.

E assim começou a lenda do Motoqueiro Fantasma.